F1 News

Silly Season da F1 | A novela Piastri e outras incertezas para 2023

Silly Season da F1 | A novela Piastri e outras incertezas para 2023

16 agosto - 10:10 Última atualização: 12:51
0 Comentários

GPblog.com

Durante as férias de verão, é sempre a hora da Silly Season. Fernando Alonso causou (e não é a primeira vez) muita confusão. O GPblog lista o que você ainda pode esperar do mercado de transferências na Fórmula 1.

Os confirmados até o momento

Muitos lugares já foram confirmados para a temporada de 2023. As três equipes que lideram o campeonato já anunciaram quais serão os seus pilotos para o próximo ano. Além da Red Bull Racing, Ferrari e Mercedes, nenhuma outra equipe ainda completou oficialmente uma escalação completa. A Alpine esperava por Esteban Ocon e Fernando Alonso, mas viu Alonso sair para a Aston Martin e depois foi então informada que o substituto, Oscar Piastri, assinou um contrato com outra equipe (supostamente a McLaren).

Também na McLaren parecia não haver mais dúvidas. Lando Norris tem um contrato até 2025 com a equipe britânica e Daniel Ricciardo também tem um contrato para 2023. Ainda assim, há rumores de que o australiano seja substituído pelo seu jovem compatriota, então há uma grande chance de que a McLaren e Ricciardo se separem depois de 2022, mas mais notíciais devem surgir em breve.

A Aston Martin é a última equipe a ter uma escalação para 2023. A equipe britânica queria manter Sebastian Vettel, mas viu o tetracampeão mundial anunciar sua aposentadoria. Com isso, a equipe decidiu trazer Fernando Alonso como uma nova figura de experiência. Ainda não foi oficializado, mas parece certo que Lance Stroll, o filho do proprietário, terá um lugar na equipe.

A novela Piastri

A novela mais interessante ainda está acontecendo entre a Alpine e a McLaren. A equipe francesa parecia ter o controle da situação, mas tudo de repente mudou. Ocon tem contrato até 2024, mas a Alpine ainda não tem um segundo piloto. Era esperado que Alonso assinaria, mas no dia final do seu prazo ele anunciou sua saída para a Aston Martin.

A Alpine foi surpreendida e anunciou apressadamente a estréia de Piastri na F1. Entretanto, o australiano tinha um plano diferente em mente. Com Alonso na Alpine, Piastri poderia conseguir um lugar na Williams. Quando a McLaren bateu em sua porta, ele rapidamente se interessou e supostamente assinou um acordo com a equipe britânica. A FIA agora tem que decidir qual contrato conta, mas Piastri deve ter tomado todos os cuidados antes de tomar tal decisão. O fato de a Alpine está falando sobre possíveis substituições já diz o suficiente.

Se a McLaren tem Piastri e Norris para 2023, a equipe também está completa. A Alpine terá que procurar um companheiro de equipe para Ocon. Ricciardo será liberado, mas a questão é se as duas partes ainda vão querer trabalhar juntas depois que Ricciardo deixou a equipe para ir para a rival.

O GPblog publicou anteriormente uma lista de possíveis novos pilotos para preencher a vaga na Alpine. Pierre Gasly talvez seja o melhor, mas ele está 'amarrado' com a Red Bull. Outras opções são Theo Pourchaire, Nico Hulkenberg, Guanyu Zhou, Felipe Drugovich e Mick Schumacher. Todas as opções são muito menores do que as que a Alpine tinha pensado antes.

Quatro vagas ainda não foram ocupadas

Com isso, basicamente ainda temos mais quatro vagas a serem ocupadas na F1 e provavelmente podemos falar sobre os mesmos nomes que podem ter uma chance. Valtteri Bottas já tem um contrato com a Alfa Romeo para a próxima temporada, mas o mesmo não pode ser dito de Guanyu Zhou. O piloto chinês está desfrutando de uma sólida temporada de estreia, mas está sentindo a pressão do piloto da academia da Sauber, Theo Pourchaire. Mick Schumacher também tem seu nome ligo à equipe.

A sétima colocada no campeonato, a Haas já tem o primeiro piloto confirmado para 2023, Kevin Magnussen, mas quem será o companheiro do dinamarquês? Mick Schumacher marcou seus primeiros pontos para a equipe, mas ainda não parece ter garantido o seu lugar. Ricciardo seria uma opção muito interessante para Guenther Steiner, mas será que o australiano quer fazer essa mudança?

A AlphaTauri contratou Pierre Gasly como seu piloto para 2023, mas há dúvidas sobre o segundo lugar. O desempenho de Yuki Tsunoda em 2022 é melhor do que na temporada passada, mas ainda não é bom o suficiente. O problema, no entanto, é que os talentos da Red Bull na F2 são decepcionantes. Liam Lawson e Juri Vips eram os favoritos para ocupar o lugar do piloto japonês antes desta temporada, mas ambos não conseguiram mostrar que mereciam a vaga. É provável, portanto, que Tsunoda tenha mais um ano.

A Williams é a última colocada no campeonato, mas por causa de seu nome histórico é sempre uma equipe interessante para ficarmos de olho. Alexander Albon estendeu seu contrato com a equipe, então devemos olhar para o segundo lugar. Nicholas Latifi parece quase certo que não contunuará, sendo Logan Sargeant o seu possível sucessor. Com sua nacionalidade americana, a F1 ficará muito feliz se a Williams o trouxer, e o jovem piloto está se saindo muito bem no campeonato da F2 e faz parte da academia de pilotos da Williams. Nyck de Vries também estava sendo ligado à equipe, mas seu futuro parece estar na Fórmula E e no CME.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos