Breaking News

Max Verstappen vence Sprint agitada pelas condições climáticas

Max Verstappen vence Sprint agitada pelas condições climáticas

01-07-2023 12:09 Última atualização: 12:12
Author profile picture

Marcos Gil

Max Verstappen venceu a corrida sprint no Grande Prêmio da Áustria, com seu companheiro de equipe Sergio Pérez e o piloto da Ferrari Carlos Sainz completando o pódio da Sprint na tarde de sábado. A diferença no campeonato agora é de 70 pontos na liderança.

Max Verstappen só teve problemas na largada, mas assim que recuperou a liderança, ninguém conseguiu desafiar o atual campeão, pois Pérez ficou preso atrás de Nico Hulkenberg, embora estivesse liderando na saída da curva 1. Foram necessárias 12 voltas para que o mexicano recuperasse o segundo lugar, mas a diferença para Verstappen já era enorme, devido à defesa feroz do alemão. Carlos Sainz conseguiu ultrapassar a Haas uma volta depois.

Sem nada a perder, George Russell foi o primeiro a colocar pneus macios na volta 16, com o DRS ativado, e foi seguido por metade do grid, que não estava lutando por mais de dois pontos. As duas Mercedes foram as que mais ganharam com essa ação, mas apenas Russell conseguiu chegar na zona de pontuação, enquanto Leclerc perdeu mais com a mudança.

Na frente, os cinco primeiros colocados terminaram a corrida com pneus intermediários, atrás dos dois que subiram ao pódio, os dois Aston Martins, Lance Stroll e Fernando Alonso, terminaram na quarta e quinta posições, respectivamente. Nico Hulkenberg conseguiu voltar ao P6 depois de sua parada com pneus médios. Esteban Ocon e George Russell foram os dois últimos pilotos a conquistar pontos na Sprint, Leclerc terminou na P12.

A largada

Em um asfalto molhado, todos os pilotos optaram por largar com os pneus intermediários, exceto Valtteri Bottas, que partiu da P19. O finlandês escolheu um conjunto de pneus médios, enquanto Sergio Perez já havia saído da pista na curva 3 na volta de formação. Por fim, Bottas decidiu ir para os boxes após a volta de formação para trocar por um jogo de pneus intermediários também.

Pérez assumiu a liderança graças à sua melhor largada, mas Verstappen rapidamente recuperou a liderança de forma oportunista na Curva 3, forçando seu companheiro de equipe a sair da pista, devolvendo o favoritismo para Pérez que fez o mesmo na reta. Isso também forçou Lando Norris a perder muitas posições e a se contentar com a P10. Na reta seguinte, Nico Hulkenberg também conseguiu ultrapassar o piloto mexicano da Red Bull.