driver

Carlos Sainz


5

187 PTS


nationality
Spain
place
Madrid
date
01-09-1994
debut
2015

Carlos Sainz

Após dois anos fortes na McLaren, Carlos Sainz finalmente fez a mudança dos seus sonhos para a Ferrari em 2021. O espanhol teve um grande resultado no seu ano de estreia pela equipa italiana, batendo o piloto-estrela Charles Leclerc.

F1 Standings

Pos.NameTeamPoints
1VERMax VerstappenRed Bull Racing335
2LECCharles LeclercFerrari219
3PERSergio PerezRed Bull Racing210
4RUSGeorge RussellMercedes AMG F1 team203
5SAICarlos SainzFerrari187
6HAMLewis HamiltonMercedes AMG F1 team168
7NORLando NorrisMcLaren88
8OCOEsteban OconAlpine F1 team66
9ALOFernando AlonsoAlpine F1 team59
10BOTValtteri BottasAlfa Romeo F1 team46
11GASPierre GaslyScuderia AlphaTauri22
12MAGKevin MagnussenHaas F122
13VETSebastian VettelAston Martin F1 team20
14RICDaniel RicciardoMcLaren19
15SCHMick SchumacherHaas F112
16TSUYuki TsunodaScuderia AlphaTauri11
17ZHOGuanyu ZhouAlfa Romeo F1 team6
18STRLance StrollAston Martin F1 team5
19ALBAlex AlbonWilliams4
20DEVNyck de VriesWilliams2
21LATNicholas LatifiWilliams0
22HULNico HulkenbergAston Martin F1 team0

 

O novo Fernando Alonso?

Carlos Sainz Jr, filho do piloto de ralis Carlos Sainz, tem impressionado desde os seus dias no kart. Após as vitórias na Junior Monaco Kart Cup, entre outras, o espanhol passou para a Fórmula BMW em 2010. Nesse mesmo ano, Sainz foi aceito no programa júnior da Red Bull Racing e tudo caminhava bem. Em 2011, ele ganhou o título da Fórmula Renault do Norte da Europa e ficou perto de ganhar a Eurocup nesse mesmo ano. O que veio na sequência não era a série de resultados que o espanhol esperava.

Lutando e avançando

A mudança para GP3 não foi boa para Sainz e, na Fórmula 3, o espanhol nem sequer chegou perto do título. Só quando se juntou à DAMS na Fórmula Renault 3.5 é que Carlos Sainz teve novamente a oportunidade de mostrar o seu melhor ao conquistar o título. No final da temporada de 2014, foi também anunciado que o piloto júnior da Red Bull receberia uma vaga na Toro Rosso para a próxima temporada de Fórmula 1.

Max contra Carlos

Com Max Verstappen ao seu lado, Sainz sabia que ele tinha de trazer o melhor de si mesmo. Na sua corrida de estreia em Melbourne, o espanhol marcou pontos para a Toro Rosso, feito que repetiu oito vezes na temporada. No entanto, Sainz terminou alguns lugares atrás de Verstappen no campeonato, já que o holandês conseguiu por duas vezes terminar em quarto lugar.

A temporada de 2016 começou com a mesma dupla de pilotos, mas Max Verstappen passou para a Red Bull Racing após quatro corridas. Daniil Kvyat transferiu-se de volta para a Scuderia Toro Rosso, onde ele e Sainz formaram a nova parceria de pilotos. Ao lado do russo, Sainz provou mais uma vez o seu valor e, com 46 pontos, terminou o campeonato no 12º lugar, duas posições acima de Kvyat, que chegou a ter um pódio com a Red Bull.

Troca de equipe

Com Daniil Kvyat e Carlos Sainz como a sua dupla de pilotos, a Toro Rosso iniciou a temporada de Fórmula 1 de 2017 inalterada. Depois de Sainz terminar em quarto lugar em Singapura, foi confirmado que o espanhol não seguiria com a equipe. Já no Grande Prêmio dos Estados Unidos, Sainz assumiu o seu lugar na Renault como companheiro de Nico Hulkenberg. Tudo parte da grande troca entre Red Bull, Toro Rosso, Renault e Honda.

Em troca do espanhol, a Toro Rosso terminou o seu contrato com o fornecedor de motores com a Renault e mudou para a Honda. Isto permitiu à Red Bull ver se valeria a pena mudar para o motor japonês. Carlos Sainz foi emprestado à Renault, mas ainda estava sob contrato com a Red Bull.

Em 2018 Carlos continuou a pilotar para a Renault, mas havia uma incerteza constante na mente do espanhol. Nico Hulkenberg não tinha nada com que se preocupar e terminou a temporada em sétimo lugar. Três lugares atrás e com treze pontos a menos, Sainz teve que se preocupar com a sua vaga. Só com a boa fase de Pierre Gasly na Toro Rosso é que o espanhol pôde seguir o seu próprio caminho.

Sainz encontra a paz na McLaren

Em 2019, Carlos Sainz finalmente encontrou a paz na McLaren. Na equipe reanimada com a liderança de Zak Brown, Andreas Seidl e James Key, Sainz sentiu-se como um peixe na água. O 'Smooth Operator' terminou em sexto lugar no campeonato e, juntamente com o seu companheiro, o britânico Lando Norris, colocou McLaren de novo no mapa. 

Em 2020, a tendência crescente continuou. Sainz marcou dois pódios em 2020 e chegou perto da vitória na Itália. O espanhol terminou em sexto lugar no campeonato, atrás de Daniel Ricciardo e Sergio Perez. Sainz assinou para a Ferrari no início da “silly season” de 2020, sem saber o que o esperava na temporada encurtada.

Sainz vence Leclerc na temporada de estreia na Ferrari

Na Ferrari, em 2021, Sainz enfrentou o desafio de ajudar a equipe italiana a se reconstruir após uma fraca temporada em 2020. O duelo entre Sainz e Charles Leclerc prometia ser emocionante, embora muitos tivessem mais confiança em Leclerc do que o seu novo companheiro de equipe.

Sainz surpreendeu a todos ao ser páreo para a estrela da Ferrari Leclerc desde o início do campeonato. Ele subiu ao pódio quatro vezes e terminou a temporada na quinta colocação.

Carlos Sainz em 2022

Ao vencer Leclerc na sua primeira temporada na Ferrari, Sainz causou uma grande impressão. A equipe italiana não deverá iniciar a temporada de Fórmula 1 de 2022 com uma divisão clara entre primeiro e segundo piloto. Com as novas regras e carros que serão utilizados, os dois jovens Ferrari podem lutar entre si.