Racepictures.com

F1 News

Chefe técnico da Mercedes: Não podemos reproduzi-la na corrida

Chefe técnico da Mercedes: "Não podemos reproduzi-la na corrida"

5 outubro - 19:42 Última atualização: 22:55
0 Comentários

GPblog.com

A Mercedes teve um fim de semana decepcionante em Singapura. James Allison, diretor técnico da Mercedes, explica o desempenho abaixo em um debrief no canal da equipe no YouTube.

George Russell teve um fim de semana decepcionante em Singapura. Ele teve problemas na qualificação, resultando em uma completa mudança de motor no domingo antes da corrida. Como resultado, ele teve que começar a corrida a partir do pit lane. Ao contrário do colega de equipe Lewis Hamilton, que largou da P3, mas lutou nas condições e não conseguiu acompanhar Carlos Sainz.

"Nós fomos obviamente rápidos na qualificação, mas parece que não conseguimos reproduzi-la na corrida. Bem, eu acho que isso é muito apenas um fato da vida, fato da corrida em uma pista molhada que é muito difícil de ultrapassar com dois carros que estão um pouco fora de posição", o diretor técnico começou em sua retrospectiva. Russell começou a corrida a partir do pit lane e Allison viu que ele estava muito fora de posição e tentando encontrar seu caminho através dos carros na sua frente que estavam mais lentos."Nós nunca conseguimos ver o ritmo de George".

Difícil de encontrar aderência

No caso de Hamilton, o chefe da Mercedes diz que ele não conseguiu se manter à frente de Sainz nas primeiras curvas. Ele ficou então preso por um Sainz mais lento, o que significava que ele não podia mostrar o ritmo que tinha no carro. Então Hamilton entrou em uma briga na primeira curva com o espanhol, onde foi empurrado para fora, passando por muita água parada com seus pneus e o que Allison disse então tirou imediatamente 10 graus da borracha."Tornou muito difícil encontrar aderência nas voltas seguintes". Ele conclui:"Mas quando ele fez isso, ele foi capaz de puxar até a traseira de Sainz e foi preso por ele".

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos