F1 News

De Vries e Sargeant não são os únicos candidatos para a vaga de Latifi

De Vries e Sargeant não são os únicos candidatos para a vaga de Latifi

23 setembro - 10:10 Última atualização: 10:34
0 Comentários

GPblog.com

A Williams disse adeus a Nicholas Latifi e agora a questão é sabermos quem será seu sucessor. Parece ser uma escolha entre Nyck de Vries e Logan Sargeant, ou existem outras opções?

Latifi diz adeus

A saída de Latifi não é nenhuma surpresa. Desde sua estreia na F1, parecia óbvio que ele não duraria muito. Como "piloto pagante", ele nunca conseguiu convencer na pista e agora que a Williams é de propriedade da Dorilton Capital, o dinheiro de seu pai não é mais tão necessário. O anúncio de sua saída não é, portanto, surpreendente, se olharmos para os seus resultados.

Dois nomes estão sendo mais comumente cogitados para a vaga. Nyck de Vries é o primeiro candidato. O holandês já estava na lista para substituir George Russell no ano passado, mas então Alexander Albon foi apresentado pela Red Bull no último minuto. A Williams mudou de ideia e decidiu recrutar o tailandês.

Entretanto, com a saída de Latifi, De Vries volta a entrar em cena. O holandês impressionou com suas sessões de treinos livres para a Williams, Mercedes e Aston Martin, mas foi ainda melhor durante sua estreia na F1 como substituto de Albon em Monza. Ele ficou na frente de Latifi na classificação e na corrida, marcando dois pontos para a equipe.

De Vries tem outras opções

Portanto, parece um caminho lógico se De Vries conseguir o lugar de Latifi, mas o seu desempenho em Monza não passou despercebido pelas outras equipes. A AlphaTauri agora parece ser a favorita para contratar o holandês. De Vries admitiu há alguns dias que havia conversado com Helmut Marko e que poderia ser o substituto de Pierre Gasly na equipe irmã da Red Bull. É bem provável que o francês vá para a Alpine.

Embora De Vries também tenha sido cogitado na Alpine, tudo aponta para Gasly correndo pela equipe francesa e De Vries para a AlphaTauri em 2023. Isso significa que a Williams terá que procurar por um outro piloto. Sargeant parece ser a alternativa mais lógica. O americano faz parte da Academia da Williams e seu atual terceiro lugar no campeonato da F2 lhe renderia uma super licença.

Americano na F1

Se a Williams optar por Sargeant, terá que esperar um pouco mais para realmente ter certeza se o piloto de 21 anos vai receber oficialmente sua super licença. Para isso, ele precisa de pelo menos acabar o campeonato da F2 entre os cinco primeiros. Com apenas a corrida em Abu Dhabi faltando, ainda há um máximo de 39 pontos a serem conquistados e assim até mesmo o número 11 da classificação, Dennis Hauger, poderia em teoria ainda passar o americano.

A Williams, ao escolher Sargeant, só poderia, portanto, anunciar a nova escalação para 2023 após o último Grande Prêmio. Sargeant impressionou este ano com duas vitórias nas corridas principais na Áustria e na Inglaterra, mas desde então não chegou mais ao pódio. Portanto, também há dúvidas se ele seria uma boa opção.

Essas dúvidas também podem fazer com que a Williams contrate outro piloto. De fato, a equipe agora viu que pilotos experientes e com desempenho consistente podem garantir alguns pontos importantes. Nico Hulkenberg, Daniel Ricciardo e Antonio Giovinazzi são opções mais seguras do que Sargeant a esse respeito. Entretanto, esses três pilotos também estão na lista da Haas e, no caso de Ricciardo, a questão é saber se ele quer se juntar a uma equipe que brigue atrás do grid.

Portanto, não é uma simples escolha entre Sargeant e De Vries. A Williams parece que vai apostar em Sargeant, que seria o primeiro piloto americano na F1 desde Alexander Rossi em 2015. Mas na verdade, há nomes mais interessantes no mercado.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos