F1 News

Comentarista acredita em Ferrari e Mercedes mais fortes em 2023

Comentarista acredita em Ferrari e Mercedes mais fortes em 2023

24 janeiro - 09:26 Última atualização: 10:27
0 Comentários

GPblog.com

Peter Windsor espera uma Fórmula 1 mais competitiva na próxima temporada. Como a Red Bull Racing está no limite do regulamento, o comentarista britânico acredita que a Ferrari tem chances de se aproximar de Max Verstappen.

Verstappen conquistou o título em 2022 de maneira dominante, derrotando a Ferrari com certa tranquilidade - mas podemos esperar que o piloto da Red Bull enfrente um desafio mais difícil este ano. Charles Leclerc teve que se contentar com o segundo lugar na temporada passada, mas sob o comando do novo chefe de equipe, Frederic Vasseur, a equipe italiana quer voltar mais forte em 2023.

"Red Bull está no limite"

Windsor, ex-gerente da equipe Williams e Ferrari, vê Verstappen como o grande favorito em 2023. No entanto, a Red Bull terá mais dificuldades para desenvolver o carro por causa das punições recebidas por ter ultrapassado o limite orçamentário em 2021, que faz com que a equipe perca tempo no túnel de vento. Windsor espera que Ferrari e Mercedes dêem grandes passos. O sucesso dos italianos não está, em última análise, nas mãos de Vasseur, mas da equipe técnica.

"Não se trata de recursos, não se trata de dinheiro. Resume-se a talento e inteligência, e é por isso que a Red Bull é tão boa, porque é a equipe de design de Adrian Neweyque cria aquele carro", Windsor começa dizendo em seu canal na Twitch.

"A coisa lógica a dizer é que a Ferrari provavelmente estará um pouco mais perto da Red Bull. A Red Bull está bem perto do teto [do regulamento] e a Ferrari e Mercedes vão chegar em algum lugar perto da Red Bull porque a Red Bull não tem muito mais espaço para jogar. Eles estão quase no limite do que você pode fazer nestes regulamentos. É assim que eu vejo as coisas", continua Windsor.

Apostando em Leclerc

O britânico, portanto, espera que o grid seja mais competitivo na próxima temporada. Além disso, Windsor acha que a Mercedes também vai ganhar mais corridas este ano, mas o especialista em F1 não espera que a equipe ganhe o título mundial com George Russell ou Lewis Hamilton.

"Eu apostaria mais dinheiro nele [Leclerc] do que em Lewis - ou George, em qualquer caso. Mas eu acho que, neste momento, seria estranho não pensar em Max ganhando novamente", finaliza Windsor.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos