F1 News

Logan Sargeant parece sério candidato para a Williams em 2023

Logan Sargeant parece sério candidato para a Williams em 2023

15 agosto - 09:22 Última atualização: 15 agosto - 09:22
0 Comentários

GPblog.com

Logan Sargeant é um forte candidato ao assento ao lado de Alexander Albon na Williams em 2023, mas o americano tem que ser paciente. Ele ainda precisa obter sua super licença.

Escolha da Williams

Oscar Piastri parecia estar a caminho da Williams, emprestado pela Alpine. Mas a partida repentina de Fernando Alonso virou a "silly season" da Fórmula 1 de cabeça para baixo. Nyck de Vries havia sido mencionado anteriormente na Williams após sua participação em um treino livre pela equipe em Barcelona, mas um  piloto júnior da Williams está deixando cada vez mais sua marca na F2.

Sargeant está em sua primeira temporada completa na Fórmula 2 e está, atualmente, em terceiro lugar no campeonato, com duas vitórias. O título ainda está ao seu alcance e o americano estará de olho nos desenvolvimentos na Williams. Alexander Albon já foi anunciado, mas o futuro de Nicholas Latifi é incerto. Sargeant também terá a chance de realmente se mostrar em seu país de origem. Ele estará em ação durante a primeira sessão de treinos livres no Grande Prêmio dos Estados Unidos.

"Ele estará em um carro de Fórmula 1 no futuro, estou absolutamente convencido. É claro, estamos impressionados. É sua primeira temporada na F2, nós não colocamos nenhuma pressão sobre ele. Tem tempo para se desenvolver e ele realmente nos impressionou com a rapidez com que ele conseguiu lidar com o carro", disse o diretor da Williams, Jost Capito, sobre o americano de 21 anos ao Formula1.com.

Super licença

Embora Albon já tenha sido confirmado para 2023, o anúncio do segundo assento na Williams provavelmente levará um pouco mais de tempo. Oficialmente, Sargeant ainda não tem sua super licença. Para isso, ele precisa terminar em quinto lugar no campeonato de F2 e a sua vantagem sobre o sexto colocado, Frederik Vesti, é de apenas 28 pontos.

Capito também diz que há outros concorrentes para o lugar. Um piloto americano na F1 será bem recebido pelos diretores da categoria, mas a Williams também está olhando para o resto do mercado. Daniel Ricciardo, por exemplo, pode se ficar disponível e Mick Schumacher também ainda não está garantido na Haas.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos