Grosjean fala sobre acidente em 2020: "Isso salvou a minha vida"

F1 News

Carro do acidente de Grosjean em exposição
21 de fevereiro no 07:38
Última atualização 21 de fevereiro no 08:08
  • GPblog.com

Os destroços do carro com que Romain Grosjean se envolveu em um grave acidente no Bahrein em 2020 estarão à mostra na exposição da F1 em Madrid. A Fórmula 1 mostrou em seu site oficial imagens dos restos queimados do carro.

Foi um dos momentos mais chocantes da história recente da Fórmula 1: O acidente de Grosjean no Grande Prêmio do Bahrein em 2020. Na primeira volta, o piloto da Haas colidiu com a AlphaTauri de Daniil Kvyat, voou para fora da pista e bateu na barreira de proteção a quase 200 km/h. O carro do francês imediatamente pegou fogo e Grosjean ficou preso em meio às chamas por um total de 28 segundos antes de conseguir sair do carro com a ajuda dos fiscais de pista. Milagrosamente, Grosjean sofreu apenas algumas queimaduras. O repórter da Fórmula 1, Olav Mol, descreveu-o na época como "um acidente fatal sem um resultado fatal".

Os restos do carro estão agora em exposição pela primeira vez em uma área especialmente preparada na 'Exposição F1', que está acontecendo em Madri. Ambas as metades do carro estarão em exposição, exatamente como estavam depois que o incêndio foi apagado.

"Provavelmente salvou minha vida"

O próprio Grosjean foi convidado para comentar sobre o acidente agora que os restos estão à mostra, e ele enfatizou o quão extraordinário é que uma parte tão grande do carro ainda esteja intacta. "O chassi ainda está inteiro, o halo está lá e, além dos danos e queimaduras, ele ainda está como deveria. Eu acho que isso salvou minha vida".

"Do meu ponto de vista, foi um grande acidente, mas eu não percebi o impacto ou o quão violento foi do lado de fora", continuou Grosjean. "Foi apenas no dia seguinte quando pedi a alguém para me mostrar o que havia acontecido, que eu percebi. Minha esposa estava realmente assistindo aquela corrida com meu pai e meus filhos. Eles vão se lembrar daquele momento durante toda a vida deles. Eles eram apenas espectadores esperando para ouvir algo... esperando para ver algo do Bahrein".