F1 News

Temporada de Verstappen pode ser mais dominante que qualquer uma de Lewis

29 de setembro no 13:10
Última atualização 29 de setembro no 14:59
  • GPblog.com

A temporada de 2022 de Max Verstappen tem sido dominante. Alcançando 11 vitórias até agora nesta temporada, o holandês pode conquistar o campeonato mundial de pilotos no Grande Prêmio de Singapura. Nós analisamos outras temporadas similares na história da F1.

Ocorrências passadas

Michael Schumacher atualmente detém o recorde do título mais prematuro de um campeonato mundial de pilotos com sua incrível campanha em 2002. Uma performance absolutamente dominante com a Ferrari que lhe garantiu o título logo na décima primeira corrida da temporada, em Magny-Cours, em um ano de dezessete corridas.

Se Max Verstappen conquistar o campeonato em Singapura, ele estará a uma corrida do incrível recorde estabelecido pela lenda alemã. Verstappen fará isso com cinco corridas restante, em comparação com as seis de Schumacher. Nigel Mansell segue este recorde de perto, ganhando o título com cinco corridas de antecedência em 1992. Ao reivindicar o campeonato no Grande Prêmio da Hungria, o piloto britânico conquistou o título com a Williams, que mais tarde iria ganhar também o campeonato mundial de construtores.

Verstappen competiu de perto com Hamilton em 2021. O Campeonato Mundial foi duro, sendo decidido na última volta em Abu Dhabi, dando ao holandês o seu primeiro título em grande estilo. Foi o fim da era dominante de Hamilton, onde ele venceu todos os campeonatos mundiais entre 2014 e 2020, com exceção de um.

Mas e se compararmos o domínio do holandês nesta temporada com o do britânico nos anos em que se tornou campeão? Os dois primeiros títulos de Hamilton foram conquistados na última corrida da temporada. Os títulos de 2017, 2018 e 2019 foram conquistados com 90% da temporada já concluída. Suas duas vitórias mais dominantes vieram em 2015 (84% completo) e 2020 (82% completo).

Caso Verstappen vença o Campeonato Mundial neste fim de semana, ele o fará após apenas 77% da temporada já concluída, superando assim a temporada mais dominante de Hamilton. Verstappen ainda tem um longo caminho a percorrer para bater o recorde de Schumacher de 2002, quando o título foi conquistado após 65% da temporada.

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by GPblog.com (@gpblog_com)

As receitas para o sucesso

A filosofia de design de alto potencial é crucial. Ao invés de visar um design intrincado que domina desde o início, uma estrutura de carro simples e ainda competitiva pode fornecer uma boa base para futuras iterações para melhorar o desempenho.

Um ambiente de equipe coerente também é crucial para uma fórmula de sucesso. Uma perspectiva positiva para o presente e o futuro pode fornecer a mentalidade certa para avançar. Esta perspectiva deve abranger todos, incluindo os pilotos, que também devem se esforçar para manter uma relação competitiva positiva entre si.

Talvez a receita de dominação de Verstappen em 2022 se resuma também à qualidade dos adversários e de seu companheiro de equipe. Sergio Pérez só esteve no pódio uma vez desde o Grande Prêmio da Inglaterra, há quase três meses. Um forte contraste com o que Valtteri Bottas estava conseguindo em sua Mercedes, que era frequentemente derrotado por Hamilton, mas ainda alcançava o 2º ou 3º lugar frequentemente.