F1 News

Zhou sob pressão na Alfa Romeo: O desempenho dele vale o dinheiro?

Zhou sob pressão na Alfa Romeo: O desempenho dele vale o dinheiro?

16 agosto - 09:01 Última atualização: 12:38
0 Comentários

GPblog.com

Guanyu Zhou é o único estreante na Fórmula 1 nesta temporada, mas o piloto chinês ainda não está causando uma grande impressão. O GPblog fala sobre o seu desempenho em 2022 e também olha para as possíveis alternativas para a Alfa Romeo.

Negócio da China

Antes da temporada começar, já haviam muitas críticas sobre a chegada de Zhou na categoria. As pessoas estavam mais focadas na quantidade de dinheiro que ele traria do que para o que ele já havia feito no passado. O chinês terminou na terceira posição em sua terceira temporada na Fórmula 2, mas enquanto que os dois primeiros colocados (respectivamente, Oscar Piastri e Robert Shwartzman) não conseguiram uma vaga na F1, Zhou conseguiu.

Para a Alfa Romeo, foi uma decisão compreensível. Com Valtteri Bottas, o piloto experiente que poderia conquistar pontos e ajudar no desenvolvimento do carro já havia sido encontrado. Zhou conseguiu bons resultados na F2 e poderia conseguir desempenhos decentes na F1, além do dinheiro que ele traria para ajudar a Alfa Romeo a construir um carro melhor. O fato de Zhou ser o primeiro piloto chinês na história da F1 também ajudaria a equipe a atrair patrocinadores da China e da Ásia, aumento a audiência da F1 na região.

No entanto, o desempenho de Zhou também deve ser analisado de maneira mais crítica. A melhor comparação que pode ser feita é em relação ao seu companheiro de equipe. Bottas é um piloto experiente, já venceu corridas, mas não é um grande campeão como ficou claro quando corria ao lado de Lewis Hamilton na Mercedes. Porém, uma boa referência para um jovem talento.

Bottas esmaga Zhou

Nesse aspecto, é doloroso para Zhou saber que ele não consegue o mesmo desempenho de seu companheiro de equipe em ritmo de uma volta. Ele terminou só três vezes na frente do finlandês em treze classificações, ficando em média 0,638s atrás de Bottas nas classificações durante a primeira metade da temporada. Essa diferença não é tão grande em nenhuma outra equipe.

Nas corridas, também, a diferença é enorme. Das corridas que os dois terminaram, Bottas sempre ficou à frente de seu companheiro de equipe. Com isso, Bottas já está com 46 pontos e Zhou apenas com 5. Isso significa que Bottas é o responsável por nada menos que 90% dos pontos da Alfa Romeo até agora. A diferença é grande demais, mesmo para um 'piloto-pagante'.

A Alfa Romeo está atualmente em sexto lugar. Com 51 pontos, a equipe suiça está muito atrás da Alpine e da McLaren, mas tem uma vantagem de 17 pontos para a sétime colocada, Haas. Mesmo que Zhou tivesse somado mais pontos, a Alfa Romeo ainda não chegaria perto dos 95 ou 99 pontos da McLaren e Alpine.

A esse respeito, a Alfa Romeo está bem encaminhada. Com esses dois pilotos, está garantindo um belo sexto lugar entre os construtores e uma boa recompensa em dinheiro pelo resultado. Na segunda metade da temporada, entretanto, terá que manter a Haas, a AlphaTauri e especialmente a cada vez mais forte Aston Martin atrás. Por isso a equipe precisa que Zhou melhore seus resultados.

Zhou também precisa melhorar. Há vários pilotos no radar da Alfa Romeo que podem pegar a vaga do chinês.

Schumacher e Pourchaire

Theo Pourchaire é o maior candidato. O francês de 18 anos é o segundo colocado no campeonato de Fórmula 2, 21 pontos atrás de Felipe Drugovich. Pourchaire faz parte da Academia Sauber e, portanto, um candidato à vaga na equipe de Frederic Vasseur.

O segundo nome ligado à Alfa Romeo há anos é o de Mick Schumacher. Apesar de ter conquistado os seus primeiros pontos para a equipe Haas, ainda há bastante rumores sobre o futuro do alemão. Dizem que o relacionamento do piloto com a Haas não é dos melhores, e agora que a porta da Aston Martin está fechada, a Alfa Romeo aparece novamente como uma opção. A equipe suiça esperava trazer Schumacher em 2021, mas não conseguiu.

Assim como a Haas, a Alfa Romeo também é cliente da Ferrari e por isso a equipe adoraria levar o alemão para a equipe. O nome Schumacher também traz consigo um grupo de patrocinadores que podem compensar a perda do dinheiro de Zhou.

Tudo depende de Zhou. Se ele conseguir diminuir a diferença para Bottas, então parece improvável que a Alfa Romeo o substitua. Mas a questão é se ele realmente é capaz de se aproximar do seu companheiro. O C42 é um carro competitivo, então haverá pilotos ansiosos pelo seu lugar.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos