F1 News

Binotto admite: Ferrari não tem a mentalidade vencedora da era Schumacher

Binotto admite: "Ferrari não tem a mentalidade vencedora da era Schumacher"

25-09-2022 19:08 Última atualização: 25-09-2022 19:08
0 Comentários

GPblog.com

Depois de um início sólido na temporada, a Ferrari foi considerada a grande favorita pelo título mundial. Mas enquanto a Red Bull fez um progresso contínuo, a equipe italiana permaneceu estagnada. Mattia Binotto foi criticado por se recusar a intervir duramente, mas ele também encara o fato de que sua equipe não está tendo um desempenho ideal.

Falando como convidado no Festival della Gazzetta, da La Gazzetta dello Sport, o chefe da Ferrari explica onde sua equipe ficou aquém do esperado e onde o progresso pode ser feito para o futuro. "Não é mais suficiente fazer bem o seu dever de casa, para ganhar você tem que continuar a progredir e melhorar", disse Binotto.

Binotto reconhece que Ferrari precisa dar passos

Ele acrescenta que a Ferrari voltou com força depois de alguns anos difíceis e enfatiza que a equipe manteve sua promessa de se tornar competitiva novamente. Ele o fez graças ao forte desempenho da F1-75 e à igualmente forte dupla de pilotos de Charles Leclerc e Carlos Sainz. No entanto, Binotto diz que ainda há passos a serem dados para garantir que a Ferrari possa ser competitiva em qualquer situação.

O que falta para que a Ferrari volte ao topo? "Aquela mentalidade vencedora que estava lá na era Schumacher e que o impulsionou a fazer melhor após cada vitória", Binotto admite.

O chefe da equipe olha para a primeira vitória de Michael Schumacher com a Ferrari, que ele experimentou na época em que ele estava trabalhando como engenheiro de motores na equipe. "Foi também minha primeira vitória e quando ouvi o hino percebi o que significa ser Ferrari", disse Binotto.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos