F1 News

Chefe da Aston Martin defende Lance Stroll de críticas

Chefe da Aston Martin defende Lance Stroll de críticas

15 agosto - 18:54 Última atualização: 23:09
0 Comentários

GPblog.com

O diretor da Aston Martin, Mike Krack, diz que é muito fácil dizer que Lance Stroll só está correndo na Fórmula 1 por causa de seu pai Lawrence Stroll. O chefe da equipe vê qualidades fortes no piloto canadense.

Stroll marcou apenas quatro pontos nesta temporada, em comparação com os 16 do companheiro de equipe Sebastian Vettel. Na retaguarda da Fórmula 1, onde os pilotos frequentemente lutam duro por apenas um ponto, tal diferença entre dois companheiros de equipe é muito grande. As declarações de que o Stroll é chamado de "piloto pagante" e não merece um lugar na F1 estão sempre aparecendo. Seu pai comprou a antiga equipe Force India e a transformou em Racing Point. Atualmente a equipe tem uma parceria com a Aston Martin, com quem a Stroll parece ter um contrato infinito.

Stroll na F1 por seus próprios méritos

De acordo com o chefe da equipe, Stroll merece seu lugar na equipe e o canadense não está lá apenas por causa de seu pai. Krack disse no podcast Beyond the Grid que ele acha difícil avaliar o quão bom o Stroll realmente é: "É difícil dizer. Nós temos que lembrar que, em sua carreira na F1, Lance nunca teve um carro para ganhar. Ele tem feito coisas excepcionais em condições difíceis. Na chuva em Istambul, por exemplo".

Krack acrescenta peso às suas palavras que Stroll merece seu lugar na F1: "Eu acho que Lance é um piloto que é muito subestimado. Ele é muito, muito melhor do que as pessoas pensam. Ele também trabalha muito mais do que as pessoas pensam". De acordo com o chefe da equipe, muitas pessoas desconhecem as qualidades de Stroll porque não dedicam tempo para conhecê-lo. Stroll, de acordo com seu chefe, está mostrando que ele pode se sair bem em circunstâncias difíceis: "Em circunstâncias difíceis você pode muitas vezes ver quem é bom e quem não é. É fácil encurralar alguém e dizer que ele está lá por causa de seu pai. Isso não é verdade".

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos