Formula E Media

F1 News

Com Mercedes saindo da Fórmula E, qual o futuro de Vandoorne de Vries?

Com Mercedes saindo da Fórmula E, qual o futuro de Vandoorne de Vries?

15 agosto - 07:18 Última atualização: 12:25
0 Comentários

GPblog.com

A Mercedes dominou a Fórmula E em pouco tempo ao ganhar seus dois primeiros títulos mundiais. Entretanto, a equipe alemã está deixando a categoria e os dois campeões mundiais devem procurar por um novo time.

Chegada na  Fórmula E

Na temporada 2019-2020 a Mercedes fez sua estreia na Fórmula E, mas o trabalho preliminar já havia sido feito um ano antes. Sob o nome de HWA Racelab, esta equipe já estava competindo no campeonato sob a bandeira alemã em 2018-2019 e as fundações foram lançadas para seu sucesso posterior. Nesta temporada, a FE começou a utilizar os carros Gen2.

Depois de um ano, a Mercedes já tinha visto o suficiente e tomou o assunto em suas próprias mãos. A HWA foi nona colocada no campeonato com 44 pontos. Stoffel Vandoorne foi contratado pela Mercedes, mas Gary Paffett teve que dar lugar a um novo piloto: Nyck de Vries. Assim, a Mercedes tinha dois grandes nomes com os quais ela queria chegar ao topo.

Na temporada infestada de coronavírus, a Mercedes já causou uma forte impressão. O título de Antonio Felix da Costa não estava ao seu alcance, mas Vandoorne terminou em segundo lugar no campeonato. A Mercedes terminou em terceiro lugar como equipe, 97 pontos atrás da DS Techeetah.

O primeiro título mundial

Para as equipes da FE, no entanto, a temporada seguinte foi muito importante, pois a FIA finalmente reconheceu o campeonato como um campeonato mundial e, assim, um campeão mundial seria coroado no final da temporada. de Vries assumiu essa honra com os pilotos e a Mercedes como um time. Os alemães mal haviam chegado na categoria, mas já levou seu primeiro título mundial.

Nesta temporada, a Mercedes foi novamente forte, mas os papéis dos pilotos foram invertidos. Vandoorne agora despontou e conquistou o título mundial na última corrida da temporada, enquanto a equipe garantiu o título mundial novamente.

Esse, no entanto, foi o fim da linha da Mercedes na Fórmula E (por enquanto). Em 2021, a equipe anunciou que iria sair da categoria ao final desta temporada. A atenção tinha que estar voltada para outros projetos e a F1 era o foco principal. Na temporada 2022-2023 os novos carros Gen3 serão introduzidos e a Mercedes não fará mais parte disso.

Futuros de Vandoorne e de Vries

Um nome familiar assumirá a equipe a partir da próxima temporada: a McLaren. Ambos os pilotos também estão familiarizados com a equipe de Woking, já que Stoffel e Nyck foram pilotos juniores da McLaren, e Vandoorne até mesmo correu na F1 pela equipe. No entanto, as chances dos dois ficarem com a equipe são nulas.

O The Race noticiou que Vandoorne está quase acertado para se juntar ao novo projeto DS Penske. Ele correrá ao lado de Jean-Eric Vergne, que vem competindo pela equipe DS (Techeetah) há algum tempo e já ganhou dois títulos na Fórmula E.

de Vries também não deverá ficar na McLaren. O holandês, que também parece estar no radar de várias equipes de F1, está alegadamente assinando um contrato com a Maserati. Lá, ele será companheiro de equipe de Edoardo Mortara, terceiro colocado no campeonato desde ano.

Assim, o nome Mercedes desaparece da Fórmula E após três anos de muito sucesso e seus pilotos também partem para outros times. A questão é se a McLaren pode construir sobre os alicerces que estão lá, embora deva projetar um carro completamente novo para o novo regulamento em 2022-2023 e encontrar novas estrelas guiá-lo.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos