F1 News

Marko quer reconhecimento para Verstappen: Estão aplaudindo a Mercedes
Red Bull Content Pool

Marko quer reconhecimento para Verstappen: "Estão aplaudindo a Mercedes"

4 agosto - 10:10 Última atualização: 10:26
0 Comentários

GPblog.com

A Red Bull Racing pode estar em uma excelente posição com 97 pontos de vantagem no Campeonato de Construtores e 80 pontos no Campeonato de Pilotos, mas Helmut Marko diz que não é hora de relaxar. Com nove corridas pela frente, tudo pode acontecer.

A Red Bull não pode ficar de braços cruzados

Falando ao oe24.at, Marko enfatizou que ainda há 225 pontos a serem distribuídos, além dos pontos para as voltas mais rápidas e para a corrida sprint no Brasil. "Nós realmente não podemos relaxar", diz o austríaco. No entanto, Max Verstappen atualmente não precisa alcançar os melhores resultados possíveis para ganhar o campeonato, ao contrário de Charles Leclerc.

Enquanto a Ferrari começou a temporada com força e foi vista como a favorita para o título mundial nas corridas iniciais de 2022, essa imagem agora mudou, mesmo com o carro forte que a equipe ainda tem. Como isso é possível? "Fazendo quase tudo errado", é a simples conclusão de Marko. Ele aponta para o Grande Prêmio da Hungria, onde a Ferrari errou tanto com a escolha dos pneus quanto com a estratégia de pit stop.

Verstappen marcou uma vitória espetacular no Hungaroring ao largar da décima posição, mas Marko sente que seu desempenho está sendo ofuscado por todos os elogios que a Mercedes está recebendo por Lewis Hamilton e pelo pódio duplo com George Russell. "Você está celebrando Toto e Mercedes como os grandes vencedores com o segundo e terceiro lugares", argumenta o homem de 79 anos.

A Mercedes acredita que teria uma chance de vencer se não fosse o problema com o DRS de Hamilton no sábado. Entretanto, Marko enfatiza que Verstappen teria desaparecido no horizonte se ele tivesse largado na frente. "Eu só quero ver o desempenho de Max sendo elogiado o suficiente. Depois do azar na classificação, ele ganhou largando da décima posição em um circuito onde não se supõe que você tenha uma chance saindo de trás. Se ele estivesse na frente, ele teria desaparecido imediatamente," disse o consultor da Red Bull.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos