F1 News

Audi elogia Red Bull: Agora é a nossa vez

Audi elogia Red Bull: "Agora é a nossa vez"

26 setembro - 11:50 Última atualização: 12:05
0 Comentários

GPblog.com

A Audi esperava introduzir o nome Quattro na Fórmula 1, mas os carros com tração nas quatro rodas não entrarão na categoria por enquanto. Apesar dos carros permanecerem "apenas" com tração traseira a partir de 2026, a Audi viu muitos requisitos serem atendidos. A marca alemã também parabeniza a Red Bull Racing por ter criado seu próprio projeto de motor.

Sem Quattro, sem MGU-H

Quando a Audi anunciou seu interesse em entrar na Fórmula 1, a mudança de carros com tração traseira para carros com tração nas quatro rodas estava em discussão. Entretanto, o nome Quattro não virá com a Audi para a F1, pois a categoria continuará a depender apenas de um eixo de tração traseira.

"Nós alcançamos muito do que queríamos. Isso foi um requisito básico, porque senão não teríamos entrado a bordo", disse Stefan Dreyer, diretor técnico da Audi Sport, em conversa com a Motorsport-Magazin.com. O MGU-H vai desaparecer da Fórmula 1 em sua totalidade, o que é uma boa notícia para a Audi. O MGU-H foi uma das peças mais complexas para se construir em um carro de Fórmula 1.

Dreyer elogia a Red Bull, que produzirá seus próprios motores a partir de 2026. O primeiro motor V6 Red Bull esteve no dyno recentemente. "Você só pode especular (o que exatamente Red Bull tinha no dyno), o fato é: você deve parabenizá-los por já terem um motor funcionando no dyno. Você tem que admitir. Agora é a nossa vez". Quando a Audi planeja rodar o primeiro motor de F1 no dyno (mapeamento de dados), Dreyer não revela.

Colaboração com a Sauber?

A Audi indicou que ela entrará na Fórmula 1, mas ainda não anunciou com qual equipe se associará. Por enquanto, tudo parece indicar que será a Sauber, que atualmente tem o nome de Alfa Romeo. A equipe fará um anúncio especial na terça-feira, dia 27 de setembro, que poderá ser sobre sua parceria com a Audi.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos