Red Bull Content Pool

General

O calendário de 2023 da F1: O que poderia mudar na logística?

O calendário de 2023 da F1: O que poderia mudar na logística?

20 setembro - 16:01 Última atualização: 17:39
0 Comentários

GPblog.com

A FIA e a Fórmula 1 orgulhosamente anunciaram o calendário da próxima temporada, mas a logística da programação não parece ser muito lógica. Além disso, há uma série de pontos que precisam ser resolvidos. Quais são esses pontos é exatamente o que vamos explicar neste artigo.

F1 e logística

Para começar, é ilógico que o Grande Prêmio do Qatar não seja o penúltimo Grande Prêmio da temporada. Entre os dias 6 e 8 de outubro, a corrida será disputada no país do petróleo, mas será um evento isolado. Logisticamente, não é muito conveniente. Por que não colocá-lo no final de semana antes da corrida final da temporada em Abu Dhabi? Ou no início da temporada quando já estamos perto das corridas no Bahrein e na Arábia Saudita? A Copa do Mundo já terá acabado há muito tempo em março, então isso não seria um problema.

Assim como o fim de semana no Qatar, o Grande Prêmio do Canadá também está meio deslocado, acontecendo no meio de corridas europeias. Faria muito mais sentido combinar a visita a Miami no início de maio com uma visita ao Canadá. Afinal de contas, o mesmo se aplica a Miami, Qatar e Canadá.

É claro que a Fórmula 1 tem que lidar com contratos e depende de quando os promotores podem sediar um Grande Prêmio, mas se estamos falando em nos tornarmos mais sustentáveis, querendo emitir menos e reduzir os custos para as equipes, algumas mudanças fariam uma grande diferença.

Grandes Prêmios na Bélgica e Holanda

Nos últimos anos, o Grande Prêmio da Bélgica sempre aconteceu na última semana de agosto, sendo sempre a primeira corrida após as férias de verão. A corrida agora foi transferida para o dia 30 de julho, mas nesse mesmo fim de semana já está programada as 24 Horas em Spa-Francorchamps do WEC. Eles já haviam anunciado seu calendário há vários meses, fazendo deles os primeiros da fila. Quem vai ceder?

Além disso, a Holanda também enfrenta um grande desafio quando a Fórmula 1 desembarcar por lá entre os dias 25 e 27 de agosto. Em uma média diária, 105.000 visitantes estarão se deslocando para o Circuito de Zandvoort. Nesse fim de semana, Mysteryland também acontece. Este ano, o festival atraiu 133.000 visitantes para o Bosque Haarlemmermeer no sábado e no domingo.

Este ano, nenhum trem da NS foi para Duivendrecht e para a Amsterdam Bijlmer Arena por causa do fim de semana da F1. As pessoas que estavam se dirigindo para os shows na Amsterdam Arena, AFAS Live ou na Cúpula Ziggo foram prejudicados. Então como vai ser no próximo ano quando outro evento tão grande vai acontecer no mesmo final de semana?

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos