F1 News

Wolff faz uma análise sobre a temporada da equipe até o momento

Wolff faz uma análise sobre a temporada da equipe até o momento

8 agosto - 06:33 Última atualização: 12:56
0 Comentários

GPblog.com

Com o novo regulamento que entrou em vigor este ano na F1, a Mercedes não é mais a gigante que foi nos últimos anos. O chefe de equipe, Toto Wolff, não se deixa abater, pois o austríaco acredita que, a longo prazo, a Mercedes se tornará mais uma vez uma adversária difícil de ser derrotada.

A era dos motores turbo-híbridos V6 foi dominada pela Mercedes, mas o início da nova era que começou este ano não está sendo tão boa assim para a equipe alemã. Para se tornar a potência hegemônica na Fórmula 1 novamente, a Mercedes precisa dar um grande passo em direção à Red Bull Racing e a Ferrari e mais além. Wolff acredita que sua equipe tem potencial para dar a volta por cima e observa que com cada dificuldade que a equipe tem passado, há uma grande oportunidade de aprendizado.

Mercedes se preparando para os próximos anos

No cana da equipe Mercedes no YouTube, Wolff fez uma retrospectiva da temporada até aqui: "Não há muita coisa que realmente tenha corrido bem se considerarmos o fato de que as nossas expectativas eram a de lutar pelo campeonato mundial, mas nós precisamos focar nos pontos positivos. E é o que temos dito, os dias mais difíceis são também os dias em que mais aprendemos, e eu acho que foi isso que aconteceu. Nosso carro estava realmente ruim, e às vezes não conseguíamos melhorá-lo". Embora a equipe tenha dado um bom passo adiante e seja agora claramente a terceira melhor equipe do grid, não podemos esperar que a Mercedes consiga superar a Ferrari e a Red Bull em termos de velocidade nesta temporada.

A vitória pode acontecer ainda este ano se a Mercedes tiver alguma sorte, mas Wolff já está se concentrando para os próximos anos: "Acho que o aprendizado que estamos tendo, o difícil aprendizado, nos ajudará durante muitos anos, mas também não somos uma equipe que vá durar um único fim de semana ou mesmo um único ano. Estamos ansiosos para continuar nos desevolvendo ao longo de mais dois, cinco, dez anos, e para isso talvez os aprendizados e as dificuldades que estamos tendo este ano possam ser benéficos".

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos