F1 News

Hulkenberg diz não sentir pena de Schumacher: Faz parte da Fórmula 1

Hulkenberg diz não sentir pena de Schumacher: "Faz parte da Fórmula 1"

23 novembro - 20:30 Última atualização: 22:07
0 Comentários

GPblog.com

Nico Hulkenberg voltará à Fórmula 1 no próximo ano como substituto de seu compatriota Mick Schumacher. Esta semana ele já participou do teste em Abu Dhabi com a sua futura equipe. Lá ele foi perguntado, entre outras coisas, se ele sente pena de Schumacher, que teve que ceder o seu lugar para o alemão de 35 anos.

Na semana passada, a decisão foi finalmente oficializada: o experiente piloto alemão assumirá uma vaga na Haas no próximo ano, depois de um longo tempo fora dos holofotes. O retorno de Hulkenberg acabou sendo uma surpresa, já que ninguém dentro da Fórmula 1 acreditava que ele poderia ter outra oportunidade. Afinal, seu contrato com a Renault expirou em 2019 e desde então ele fez somente algumas aparições na Racing Point e na Aston Martin em 2020 e 2022. A equipe americana decidiu não renovar o contrato de Mick Schumacher, e por isso estava analisando outras possibilidades no mercado.

Pena?

Hulkenberg entrou pela primeira vez no carro de sua nova equipe esta semana quando participou do teste em Abu Dhabi. No Circuito Yas Marina, ele foi perguntado se sente pena de Schumacher: "Não, isso faz parte da Fórmula 1. Todos nós estamos lutando por nossas carreiras. Muitos pilotos foram substituídos por outro piloto com mais experiência. Se são 2 anos ou 10 é irrelevante. É assim que acontece na Fórmula 1", disse ele ao Autobild.

Confiante

O ex-piloto de testes da Aston Martin acredita que pode extrair mais da Haas do que o filho de Michael Schumacher"É uma equipe com muito potencial", enfatizou Hulkenberg. "2021 foi muito difícil para eles. Este ano eles pioraram e terminaram em oitavo lugar. E eu vejo espaço para melhorias. Eu acho que há coisas que nós podemos fazer melhor como uma equipe. Eu estou aqui porque quero descobrir. Também por mim mesmo, por minha própria carreira. É por isso que estamos juntos".

As conversas começaram no verão quando o próprio Hulkenberg entrou em contato com Steiner e pediu para que eles analisassem a sua carreira, estatísticas e substituições. "Nas conversas, eu consegui convencê-los de que eu seria uma boa escolha", disse ele.

Reprodutor de vídeo

Mais vídeos